Polícia prende 12 mulheres de quadrilha que fraudava contas bancárias: golpes chegavam a R$ 1 milhão mensal…

Em viagem de núpcias, casal morre afogado no mar do Caribe…
12 de novembro de 2020
Máscara, caneta e horário: confira novas regras para as eleições 2020…
13 de novembro de 2020

Polícia prende 12 mulheres de quadrilha que fraudava contas bancárias: golpes chegavam a R$ 1 milhão mensal…

A Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) desarticulou uma quadrilha especializada em golpes por meio eletrônico, ligada à maior facção criminosa do Estado do Rio, nesta quarta-feira, dia 11. Ao todo, 12 mulheres foram presas, suspeitas de serem as responsáveis por induzir as vítimas a repassarem seus dados bancários e a entregarem seus cartões a outros integrantes do grupo, no caso, motoboys que pegavam os objetos, para, posteriormente, serem utilizados. Segundo as investigações, estima-se que o valor com os golpes varie entre R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês.
O setor de inteligência da Delegacia Especializada apontou que os líderes de facção criminosa, que atua no Complexo da Maré, têm utilizado as fraudes bancárias como um novo ramo e braço para abastecer o tráfico de drogas e diversificar as atividades ilícitas já praticadas pelo grupo. De acordo com as investigações, existem núcleos operacionais em diversos endereços da cidade, inclusive no interior das comunidades. O “novo negócio” ilícito se soma ao roubo de cargas, roubo, receptação e clonagem de veículos e tráfico de armas que já para abastecer a organização criminosa, que passou a receber grande percentual sobre o proveito obtido com fraudes bancárias, em troca de disponibilização de mão-de-obra e proteção. Além da prisão das 12 mulheres, também foram aprendidos 11 notebooks, nove máquinas de cartão, 50 cartões de créditos, telefones celulares, além de outros materiais utilizados nos crimes. (Fonte: Yahoo Notícias – Foto: Reprodução/Divulgação).

Os comentários estão encerrados.