Lewis Hamilton vence GP em Nurburgring, iguala recorde de Schumacher e segue líder da F1 em 2020…

Para proteger a ordem e segurança pública, Fux manda prender traficante que foi solto por ordem de Marco Aurélio Mello…
11 de outubro de 2020
ONU amplia fronteira marítima do Brasil, e país passa a ter 12.7 milhões de km quadrados…
12 de outubro de 2020

Lewis Hamilton vence GP em Nurburgring, iguala recorde de Schumacher e segue líder da F1 em 2020…

Neste domingo, 11/10, o piloto inglês Lewis Hamilton escreveu mais um capítulo na sua gloriosa carreira ao vencer o GP de Eifel, em Nürburgring, e igualar o recorde de 91 vitórias de Michael Schumacher na história da Fórmula 1. Rumo ao heptacampeonato, o piloto da Mercedes assumiu a ponta na 13ª de 60, após um erro do companheiro de equipe Valtteri Bottas. que chegou em Nurburgring neste domingo buscando continuar construindo o momento positivo criado com a vitória na Rússia e a pole para o GP de Eifel da Fórmula 1. Mas sua prova acabou durando menos que o esperado, com o finlandês sofrendo seu primeiro abandono da temporada. Depois, que o finlandês abandonou com problemas no motor, e Max Verstappen, da RBR, herdou o segundo lugar. Após controlar a liderança na maior parte da prova, Hamilton perdeu a vantagem sobre Max com uma entrada do carro de segurança para a retirada do carro de Lando Norris, da McLaren. Na relargada, Lewis se manteve na liderança, fez por quatro vezes a volta mais rápida nas voltas finais, e confirmou a vitória, na última volta, o holandês fez a melhor volta, tirando o ponto extra do inglês.

Logo após o final do safety car virtual, a transmissão mostrou o piloto da Mercedes andando lento e Bottas teve que arrastar até os boxes para abandonar. Com isso, Hamilton ficou com a faca e o queijo na mão para aumentar ainda mais a diferença para seu principal rival na luta pelo título, enquanto Verstappen teve a chance de se colocar novamente na briga pelo vice-campeonato. Após o abandono, o finlandês deu breves declarações à Sky Sports F1 sobre os motivos que levaram seu abandono. “Foi uma pena, o que dizer? Durante o safety car virtual, eu comecei a perder potência, e nunca mais consegui recuperar. Eu fui perdendo cada vez mais potência. Sim, foi uma infelicidade, mas foi uma corrida divertida até então”. Sobre a largada, Bottas destacou que foi uma batalha divertida. “Foi uma boa largada, tivemos uma ótima batalha. Eu não ia deixar ele passar com facilidade. Fiquei feliz por manter a liderança. Depois, dei uma travada na curva 1 e acabei perdendo a posição, por isso que parei cedo”. “Os novos pneus estavam começando a ficar bons, então, sem dúvidas eu tinha condições de manter um bom ritmo e tentar a ultrapassagem”. (Fonte: Yahoo Notícias – Foto: Google Images/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *