Lewis Hamilton sofre punição, volta em último e chega em sétimo na corrida maluca que teve Gasly como vencedor…

Lewis Hamilton crava a melhor volta de todos os tempos na F1 e consegue a 94ª pole no GP de Monza…
5 de setembro de 2020
Ministério Público denuncia Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio de Janeiro, por corrupção…
8 de setembro de 2020

Lewis Hamilton sofre punição, volta em último e chega em sétimo na corrida maluca que teve Gasly como vencedor…

O francês Pierre Gasly aproveitou uma corrida repleta de incidentes e confusões para vencer neste domingo o GP da Itália de Fórmula 1, em Monza. É a primeira vitória de um francês desde que Olivier Panis ganhou em Mônaco, em 1996, e o primeiro triunfo da equipe AlphaTauri na categoria. Curiosamente, quando o time se chamava STR, a única vitória veio justamente em Monza, em 2008, com Sebastian Vettel. Nas voltas finais, Gasly resistiu a um ataque feroz de Carlos Sainz Jr. (McLaren), que terminou em segundo. Lance Stroll deu à Racing Point o primeiro pódio, em terceiro.
Gasly foi beneficiado por já ter feito o pit stop quando houve um safety car para a retirada do carro de Kevin Magnussen, o que lhe permitiu ganhar posições, e por uma punição a Lewis Hamilton, que liderava a corrida com tranquilidade mas entrou nos boxes antes da abertura para pit stop, o que é irregular. Depois, a corrida teve um fortíssimo acidente de Charles Leclerc, o que causou uma bandeira vermelha. Na relargada, Gasly herdou a ponta quando o inglês parou nos boxes para pagar a pena. Hamilton ainda se recuperou e terminou em oitavo. Lando Norris terminou em quarto lugar com a outra McLaren, enquanto o apagado Valtteri Bottas foi o quinto com a Mercedes. A Renault terminou em sexto com Daniel Ricciardo e em oitavo com Esteban Ocon. Também pontuaram Daniil Kvyat (AlphaTauri), em nono, e Sergio Pérez (Racing Point), em décimo. Além da batida fortíssima de Leclerc, que não se machucou, a Ferrari ainda teve o abandono de Sebastian Vettel devido a problemas nos freios. Quem também abandonou a prova foi Max Verstappen, que vinha tendo corrida apagada pela RBR. Com isso, o holandês perdeu a vice-liderança do campeonato para Bottas. (Fonte: GE – Foto: Getty Images/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *