Projeto do governo Dória extingue Casas da Agricultura, serviço essencial aos produtores rurais e agricultura familiar, setor entrou com petição e abaixo-assinado para tentar barrar medida…

Estação Espacial está com vazamento de ar acima do normal e terá todas as escotilhas fechadas…
22 de agosto de 2020
Meteorito que caiu na Costa Rica pode ter componentes orgânicos importantes…
25 de agosto de 2020

Projeto do governo Dória extingue Casas da Agricultura, serviço essencial aos produtores rurais e agricultura familiar, setor entrou com petição e abaixo-assinado para tentar barrar medida…

Dentre os planos do governador João Doria Júnior, para promover ajuste fiscal e equilíbrio de contas no estado de São Paulo, está a extinção das Casas da Agricultura e escritórios regionais da coordenadoria de desenvolvimento rural sustentável, as CDRS (CATI) da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento. Dentre seus argumentos está o grande aumento de despesas em decorrência do enfrentamento da Covid-19, com a compra de equipamentos hospitalares, medicamentos e contratação de pessoal. Ressalta que, por outro lado, as receitas tributárias diminuíram drasticamente, em decorrência da crise econômica, gerando um déficit orçamentário de R$ 10,4 bilhões para 2021
A agricultura paulista não pode ser extinta dessa forma: A extensão rural, principal instrumento de implantação de políticas públicas efetivas, seja por conta de sua capilaridade, ou do perfil dos técnicos que a comungam, precisa ser não só preservada, mas fortalecida em seus quadros. Agrônomos, veterinários, zootecnistas, sociólogos, técnicos e outros profissionais da extensão rural proporcionam ações concretas de conservação de solo, adequação ambiental das propriedades, boas práticas de produção agropecuária, melhoria de gestão das organizações de produtores, enfim, colocam a mão na terra e pegam na mão do produtor rural que é quem produz os nossos alimentos. A agricultura familiar paulista, representada por quase 300 mil propriedades rurais, e a extensão rural pedem socorro. Os produtores rurais precisam desse tipo de assistência, e, se nada for feito, eles ficarão desassistidos e o impacto pode ser desastroso.

Confira abaixo o texto da petição pública contra o fim das Casas da Agricultura:
PETIÇÃO PÚBLICA CONTRA A EXTINÇÃO DAS CASAS DA AGRICULTURA E ESCRITÓRIOS REGIONAIS DA COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL – CDRS (CATI) DA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: Para: Governador João Dória, Secretário da Agricultura e Abastecimento Gustavo Junqueira e Presidente da Assembleia Legislativa de SP “Nós abaixo-assinados, agricultores, lideranças sindicais da agricultura, dirigentes de associações, cooperativas e movimentos rurais, técnicos e profissionais da Extensão Rural, professores da área de ciências agrárias, consumidores de produtos da agricultura familiar, prefeitos, vereadores e demais interessados na agricultura paulista, considerando a importância dos trabalhos de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para o desenvolvimento, geração de empregos e renda da agricultura de nosso estado, principalmente da agricultura familiar, vimos publicamente manifestar nosso posicionamento CONTRÁRIO ÀS EXTINÇÕES DAS CASAS DA AGRICULTURA E REGIONAIS DA CDRS (conhecida como CATI) PRETENDIDAS PELA SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO DO ESTADO DE SÃO PAULO. (Fonte: Compre Rural – Foto: Google Images/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *