Fundação Florestal anuncia reabertura do Caminhos do Mar para a próxima segunda-feira…

Prefeito Cidão Goulart entrega à população o novo Centro de Fisioterapia de Rubineia…
25 de julho de 2020
Grandes ondas de areia se movendo são detectadas pela primeira vez, em Marte…
25 de julho de 2020

Fundação Florestal anuncia reabertura do Caminhos do Mar para a próxima segunda-feira…

A Fundação Florestal, vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, retoma, nesta segunda-feira, 27/07, a visitação ao Caminhos do Mar, localizado no Parque Estadual Serra do Mar, em São Bernardo do Campo, região do ABC paulista. O acesso permitirá caminhada pelo planalto com descida até o litoral, subida dos Passos de Dom Pedro I rumo à independência e visitas à Calçada do Lorena. Não será permitida a circulação de veículos automotores. A Unidade de Conservação seguirá as mesmas medidas adotadas pelos outros dois parques naturais reabertos no último dia 13, com restrição de portões, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, cujas visitas deverão ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas por meio do Site da Fundação Florestal (https://ingressosonline.fflorestal.sp.gov.br). Será respeitada a ordem de agendamento e o limite de 30% da capacidade dos parques.

Espaços fechados como bibliotecas, salas de atividades, centros de visitantes, museus, hospedarias e orquidários permanecerão com restrição. Será recomendada visita ao parque apenas para atividades físicas individuais. Em todos os locais, a limpeza e desinfecção dos banheiros serão intensificadas. O uso de máscara continuará obrigatório, bem como o distanciamento social. Há totens com álcool em gel 70% em pontos estratégicos. O Caminhos do Mar é conhecido por seu acervo histórico cultural composto por pedras irregulares retiradas dos leitos dos rios, onde se formou a primeira ligação pavimentada entre a capital e o litoral paulista. Os remanescentes da Calçada do Lorena se misturam a um precioso patrimônio ambiental de Mata Atlântica e da biodiversidade, contemplando a preservação de diversas espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção. A Fundação Florestal vai monitorar as atividades e comportamento da população nos espaços durante as primeiras semanas para deliberar sobre a abertura integral. (Fonte: Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente – Foto: Arquivo Secretaria/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *