Lewis Hamilton poderá derrubar recorde de vitórias de Michael Schumacher na corrida de nº 1000 da Ferrari…

Após orientação e advertência, grupo insiste na aglomeração e fiscais da Prefeitura de Rubineia multam proprietário de rancho no bairro Praia Ilha do Sol…
20 de julho de 2020
Em decisão monocrática, ministro do STF impede que Polícia Federal cumpra mandado de busca e apreensão no gabinete do senador José Serra…
21 de julho de 2020

Lewis Hamilton poderá derrubar recorde de vitórias de Michael Schumacher na corrida de nº 1000 da Ferrari…

O fim de semana do GP da Hungria só fez Lewis Hamilton aumentar seus já expressivos números na Fórmula 1. O inglês chegou à 86ª vitória e ficou a apenas cinco de igualar Michael Schumacher. Mais: se vencer as próximas seis provas (duas em Silverstone, mais Barcelona, Spa-Francorchamps, Monza e Mugello), o piloto da Mercedes derrubará o recorde do alemão justamente na corrida de número 1000 da Ferrari, equipe pela qual Schumi venceu 72 vezes, e justamente numa prova na Itália, casa do time italiano. Por mais que seja incrível pensar que Hamilton possa emplacar mais seis vitórias seguidas, somando-se às duas obtidas em 2020 (Spielberg e Hungaroring), o inglês tem excepcional retrospecto nas pistas que se seguem no campeonato, com seis vitórias em Silverstone, quatro em Barcelona, três em Spa e cinco em Monza. Na sua carreira, no entanto, Hamilton jamais venceu mais do que cinco corridas consecutivas, feito alcançado em 2014, e ele precisaria totalizar oito vitórias seguidas para bater Schumi em Mugello, na prova 1000 da Ferrari. “É estranho para mim, porque me lembro de estar do outro lado da TV assistindo Michael vencer todas as corridas e agora estou nela e estou me aproximando da quantidade de vitórias que ele obteve. Jesus, ganhei muito e ainda não ganhei tanto quanto Michael. Isso me lembra o domínio e a excelência que ele mostrou por tanto tempo. E consigo entender a posição em que ele estava, consigo entender as pressões que ele sofria. É bastante notável”, declarou Hamilton logo após o GP da Hungria.

Em Hungaroring, Hamilton já igualou outra marca expressiva de Schumacher: venceu pela oitava vez no mesmo circuito, uma façanha alcançada pelo alemão na pista francesa de Magny-Cours, que recebeu a Fórmula 1 em 18 ocasiões, entre 1991 e 2008. Hamilton venceu no autódromo húngaro em 2007, 2010, 2012, 2013, 2016, 2018, 2019 e 2020. Além disso, Hamilton se tornou no último fim de semana o primeiro piloto na história da Fórmula 1 a alcançar 90 pole positions. É uma marca tão impressionante, que o segundo colocado Schumacher encerrou sua trajetória com 68 poles, e o terceiro na estatística, Ayrton Senna, tem 65 largadas na primeira colocação. Com a vitória em Hungaroring, Hamilton assumiu a liderança do campeonato, com 63 pontos contra 58 do vice-líder, seu companheiro de equipe Valtteri Bottas. Terceiro colocado na tabela, Max Verstappen já está 30 pontos atrás do inglês. (Fonte: Globo Esporte – Fotos: Leonhard Foeger; Clive Mason; Getty Images/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *