Vale a pena questionar: “Onde estão os bravos líderes europeus defensores de internacionalizar a Amazônia em defesa da saúde do Planeta, e que sumiram diante da pandemia de Covid-19?

Utilidade Pública…
9 de abril de 2020
Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo corrigiu, através de nota, informações sobre internações por Covid-19: “Dos 1.182 leitos disponíveis apenas 535 estão ocupados, e não 94% deles como informamos anteriormente”…
10 de abril de 2020

Vale a pena questionar: “Onde estão os bravos líderes europeus defensores de internacionalizar a Amazônia em defesa da saúde do Planeta, e que sumiram diante da pandemia de Covid-19?

Uma verdadeira comédia, né?! Ainda não o Emannuel Macron, a Angela Merkel, a Greta Thunberg e o Papa Francisco, ou qualquer outro suposto progressista defensor das causas ambientais, abrindo a boca para falar, qualquer coisa, contra o regime genocida chinês. Aqui vamos apresentar somente números e dados oficiais até agora: 75 mil mortos e mais de 1,3 milhão de infectados, em 191 países. E nem um “puxãozinho” de orelha no Xi Jinping?! Onde estão aqueles bravos defensores da “internacionalização” da Amazônia que esbravejavam sanções contra o Brasil? E todo o barulho em defesa da “Saúde” do Planeta, diziam eles, há época. Que isso fique bem claro para todo e qualquer “pateta” tupiniquim que adora bancar o vira-latas e abanar o rabo para o primeiro estrangeiro que fale mal do nosso país.
Esses energúmenos acima citados, em nenhum momento estiveram preocupados  com a floresta Amazônica, com o meio ambiente ou com a vida de ninguém.  Eles queriam única e exclusivamente  tomar posse das nossas riquezas, que são enormes. Por que o Papa, o Macron e a Merkel (a Greta não, essa pirralha idiota não apita merda nenhuma),  não defendem sanções contra a China?! Por que não tentam derrubar um regime ditatorial que ocultou, deliberadamente, informações que provocaram uma pandemia mundial? E a resposta muito simples, queridos compatriotas: “Porque a China não tem absolutamente nada a oferecer, além de produtos baratos produzidos com mão de obra barata as custas da escravização do povo pelo Partido Comunista Chinês”. Prestem atenção nesses dados importantíssimos: a China NÃO tem um décimo do que temos no subsolo brasileiro, e NÃO tem uma fração sequer da nossa biodiversidade.

Então, caros “amiguinhos” revolucionários de “araque” controlem vossas carências e respectivas necessidades de que alguém se preocupa com vocês. Eles NÃO se importam nem um pouco com vocês… na verdade ninguém se importa. E da próxima vez que um “bando” de supostos “moralistas internacionais” vierem criticar o NOSSO país, antes de se “arreganhar” todo pra eles,  lembre-se: “eles só querem nos roubar e pare de dar as boas-vindas para os ladrões”. E lembre-se sempre dessa frase que é bem atual: “Não vale nada um povo que não sabe defender a honra da sua Pátria” – (Friedrich Schiller). (Fonte: Jornal da Cidade – Foto: Montagem/JCO/Reprodução/Divulgação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *